terça-feira, 25 de novembro de 2014

Sala de bate-papo. Ajuda mútua para pessoas com ideações suicidas.

Uma sala de bate-papo para pessoas com tendências suicidas é que é a Suicide Room 004

O criador da sala acredita que conversar abertamente sobre o assunto suicídio é um legítimo meio de prevenção. 

Visitei a sala e conversei com o autor. Ele estará, sempre que possível, à disposição dos que desejam partilhar suas angústias e esperanças. 

Desejamos que este ponto de encontro seja um oásis aos que precisam de reconforto e amizade, de ânimo novo e serenidade.

O link de acesso à sala é este: http://suicideroom004.blogspot.com.br/p/entrar-no-chat.html


162 comentários:

  1. Por favor alguém me ajuda, minha esposa tomou mais ou menos 5 ou 6 comprimidos de rivotril.
    Agora está dormindo, mas aparentemente bem. Devo me preocupar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que li na internet (não sou profissional de saúde) não há perigo, em tese. Recomenda-se consultar um médico. Ligue, se possível, neste número: 0800 729 8000. Fale que foi ingerido comprimidos de Clonazepam (e indique a quantidade de miligramas).

      Melhoras à sua esposa!!

      Excluir
    2. Olá...boa noite.perdi casamento minha mãe se foi a 9 meses meu irmão se foi a 4 meses.estou bem doente.não sei mas o que fazer

      Excluir
    3. Meury, bom dia! Grato por partilhar conosco suas dores e esperanças.

      Você está vivenciando três perdas dolorosas. O casamento e a partida de dois entes queridos. Você está de luto.

      Para recuperar a saúde emocional, espiritual é preciso vivenciar o luto até a sua última etapa, que é a da aceitação. É assim, digamos, "que funciona".

      Não é fácil, dói, a gente chora, quer também morrer, mas a vida exige que sejamos fortes e que prossigamos a jornada. A vida tem que continuar!!

      Reconhecer nossa fragilidade e buscar auxílio é uma atitude que exige coragem e humildade. Isso você já conseguiu fazer!! Muito bom mesmo, para você!

      Coloque, agora em sua mente, consciência e coração, que você MERECE ser amparada, acolhida e cuidada. Que você ACEITA o auxílio como uma dádiva. Que não há tempo ou motivo ou vontade de cultivar qualquer CULPA!!

      Por fim, todos temos o direito de nos refazermos, de reconstruirmos nossas trajetórias. Deus, a vida, o universo, a natureza assim deseja!

      Siga firme aí, guerreira. Depois, partilhe com a gente as suas lutas e conquistas!

      Se quiser conversar privadamente, meu endereço eletrônico é abelsidney@gmail.com.

      Fica em paz e prossiga.

      Abraço,
      Abel



      Excluir
  2. Olá, tomei vários comprimidos receitados para controle de pressão e ainda tomei veneno para matar ratos, baratas e etc. Por incrível que pareça, me senti um pouco mal, mas pela misericórdia do Senhor Jesus, não cheguei a ir ao hospital e nem morri.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não imagino o que deva ter acontecido, verdadeiramente, mas fico contente por sabê-lo e nos contando esta história!!

      Depois desta experiência, acredite mais em Jesus e sua misericórdia e ajude a salvar muitos outras vidas. :)

      Excluir
  3. Respostas
    1. Já pensei nisso é cheguei a conclusão que pessoas que sentem isso, são pessoas que aguentaram mais do que o psicológico podia aguentar ou que enxergam as coisas com muita seriedade e a vida fica muito pesada. A depressão que pra cada um é de um jeito, pra mim é um mergulho na realidade, uma realidade que deve ser vivida sem pensar muito nela. Também estive uns 3 meses em um Spa e lá eu não tinha problemas, me cuidava e automaticamente vi e senti pessoas cuidando de mim, prazer que eu não sentia há muito tempo. Mas quando escuto uma desgraça, fico acabada, parece que tudo que não entendo tenho dificuldade de aceitar. Penso muito, talvez o mal dos filósofos e não devemos, a vida é uma ilusão e assim deve ser vivida e outros que devido a ela pensam em suicídio, também pra que dar cabo na nossa vida se não sabemos se nossa hora de partir pode ser daqui a meia hora, um minuto ou esse ano e por vontade de Deus? Hoje entendo algumas pessoas que bebem, fumam, cheiram e aprendi a não julgar. Mas diferente de algumas depressões não consigo ficar na cama, isso também é ruim porque o sono deveria ser um prazer. Eu sinto a dor dos outros e choro com elas e isso piorou muito a minha qualidade de vida. Não dou muita importância para o material e isso também não é bom, porque vejo pessoas sentirem felicidade até quando ganham uma caneca. Talvez o segredo seja não pensar, isso sim é que é uma luta, porque só sofre quem muito pensa. Fora isso existem pessoas que conseguem supera-las com crenças e fé. Os traumas de infância são os primeiros que devem ser tratados com neurolinguística e não esquecendo a parte física, no caso a parte quimica que deve ser levada em conta e tratada. Penso assim, embora saiba que milhares de pessoas pensam de outra forma e também estão certas. Cada qual com seu tipo de depressão e sintomas.

      Excluir
  4. Geliane, aqui a gente aprende meios para superar o desespero, a vontade de morrer... Se quiser falar comigo por e-mail estou à disposição (abelsidney@gmail.com).

    Fica em paz!

    ResponderExcluir
  5. PDP me ajuda a parar de me corta eu naum consigo para parece q tem uma alma me perturbando me ajuda pfv!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para podermos te ajudar escreva para abelsidney@gmail.com.

      Fica em paz!
      Abel

      Excluir
  6. Respostas
    1. Paulo, me envie msg para abelsidney@gmail.com!

      Excluir
    2. Se puder estou aqui p ajudar

      Excluir
    3. Grato!! Deixe o seu e-mail ou Whatsapp.

      Abraço,
      Abel

      Excluir
  7. Respostas
    1. Paulo, é natural que as perdas ou uma perda em especial nos abale profundamente! A sua dor é respeitável, pois somente você consegue avaliar a extensão da mesma. Pedimos, no entanto, que asserene o coração e se prepare para a luta que é permanecer na ribalta, no palco da vida após uma dolorosa separação, que parece-nos que foi o que ocorreu!

      Se quiser, me escreva! abelsidney@gmail.com
      Abel

      Excluir
  8. Eu sei lá, talvez eu tenha chegado no limite, todos os dias vem sendo difíceis, toda hora, sabe quando você chega em seu limite? Já tentei de tudo, já me motivei por muitas coisas, mas talvez seja um fim, absurdamente estou nesse site em busca de ajuda, mas.. absolutamente eu não sei, não me reconheço.. Embora eu esteja sendo imaturo, estou lúcido em meus atos, alguém talvez leia isso e seja tarde demais, mas eu realmente tentei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, estou aqui torcendo para que as suas forças resistam mais e mais além do que ache suportável! Resista a ponto de poder continuar esta conversa.

      Quanto a buscar ajuda, não acho nada absurdo poder fazê-lo. A impossibilidade de fazê-lo é que seria! A ausência total de pessoas, todas indiferentes, é que seria absurdo... Eu estou aqui. De madrugada, acordado. E disposto a conversar!

      Enfim, me escreva, me desejar: abelsidney@gmail.com

      Até,
      Abel

      Excluir
    2. Der um tempo p VC.respire. a vida ainda e bela...estou passando muitas coisas mas sei q Jesus me ama e ama VC tambem

      Excluir
  9. Olá! Como as outras pessoas do site eu sofro de depressão e me sinto solitária com frequência. Gostaria que publicassem meu e-mail para todos os que desejam conversar e pensam no suicídio assim como eu. Meu e-mail é justafriend93@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia! Podemos e devemos nos acolher!! Ouvir um ao outro. Este blog e esta postagem serve também para promover encontros fraternos. :)

      Excluir
    2. Não pensar em morrer não e a saída.sofro de depressão.. Mas sei q o dono da minha vida e Deus.ele te ama...vai numa igreja

      Excluir
  10. As vezes eu não queria ter sempre que guardar todos os meus sentimentos e pensamentos confusos só pra mim.
    Estou cansada e solitária, e as vezes seria bom ouvir alguém perguntar se eu estou bem, ao invés de só ouvir que não faço nada certo porque sou mal humorada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos aqui para partilhar alegrias e tristezas. Escreva mais!!

      Excluir
    2. Nao consigo.
      Sinto que nao aguento mais guardar tudo isso, mas não consigo falar.

      Excluir
    3. É preciso fazer um esforço extra! Aproveite o estado de anonimato e fale tudo o que está preso na garganta, te causando mal. A catarse é importante, pois alivia a pressão interna... Chorar também faz bem. Mas é preciso buscar um "colo", mesmo que simbólico, virtual, para deitar a cabeça e deixar rolar as lágrimas sem qualquer limitação!! Isso nos ajuda a nos aceitar como somos, como estamos.

      No mais continuamos aqui.

      Muita paz,
      Abel

      Excluir
  11. Este é um espaço para a expressão dos nossos sentimentos. Partilhe mais os seus.

    ResponderExcluir
  12. Quem estiver se sentindo solitário e quiser conversar me mande um email. Meu email é justafriend93@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pela sua disponibilidade.

      A ideia deste espaço é justamente nos ajudarmos uns outros.

      Todos somos fortes&frágeis e precisamos estarmos juntos.

      Excluir
  13. Que saco de viver So da vontade de morrer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Gabriel!

      Você não está sozinho, como pode ver nas outras postagens deste blog.

      Há muitas outras pessoas com dificuldade de "levar a vida".

      A vida, como se vê, por vezes se torna um peso. E aí o verbo é outro: carregar, arrastar, suportar.

      As adversidades da vida pode nos jogar no chão. Às vezes é uma avalanche ou uma sequência de coisas que não dão certo, de perturbações, de aborrecimentos. Nós nos sentimos massacrados, deprimidos!

      Enquanto tudo isso fica apenas como um vago sentimento, vamos levando. O problema é que estas situações podem nos adoecer!!

      A depressão, como doença física (transtorno mental com interferência na química cerebral) se instala aos poucos e quando percebemos já estamos afetados por ela.

      O problema não é que não admitimos que as nossas forças foram minadas e que nós estamos doentes e, o pior, precisamos nos tratar!!

      Nossa vida não estava bem. O corpo foi afetado durante as batalhas travadas. Levamos chumbo grosso e não conseguimos nos defender... Os mecanismos de defesa do próprio corpo trataram de nos ajudar DANDO O ALERTA! O caso é que o corpo GRITA por meio da dor, da DOENÇA.

      Quando é uma gastrite nervosa vamos ao médico e ninguém se sente abalado por ter que tomar medicação por uns dias; por ter que mudar os hábitos alimentares ou ter que tirar uma folga no trabalho para se recompor...

      Quando não é estômago, mas o próprio cérebro (ou mente) que é afetado aí, ao invés de um, temos DOIS problemas - o transtorno mental e a rejeição ao fato de que estamos com um problema "mental", "na cabeça". Podemos estar "doidos"!!

      Não admitimos que a nossa *percepção do mundo* pode estar alterada. Podemos estar vendo tudo CINZENTO por conta da depressão já instalada.

      Enfim, precisamos admitir que podemos estar *fora do estado normal* de saúde e, por isso, PRECISAMOS DE TRATAMENTO!

      Por vezes basta a *tomada de consciência* da situação e a mudança de atitude, de hábito.

      Alguns, acostumados a lidar com problemas seus e alheios, buscam auxílio na fé e por meio dela conseguem se reposicionar e recuperar a saúde, quando abalada. São poucos os que conseguem isso, porém, pois se exige deste fiel, não importa a sua crença, uma experiência acumulada, uma resistência já adquirida. Fé não se improvisa com promessas ou palavras bem pronunciadas, mas ocas...

      Outros, os resilientes, persistentes e teimosos, conseguem se levantar e sacodem rapidamente a poeira!

      Porém, a maioria de nós não foi treinada para as lutas mais longas, para os embates mais desgastantes. O nosso limiar (limite) de frustração, por vezes, é muito pequeno. Somos crianças mimadas; adolescentes rebeldes; adultos mal preparados para as peias da vida.

      Muitos de nós, então, precisamos de muitos cuidados em razão da nossa fragilidade emocional... O difícil é ADMITIR a fragilidade, o transtorno mental, a necessidade de se tratar.

      Enfim, prezado Gabriel, você precisa parar tudo e rever como está lidando com a vida. Algo está errado. Não é "você", pois você não é um problema! Culpar-se ou culpar os outros não resolve nada!! Cabeça fria nestas horas é um santo remédio...

      Para, pensa e refaça seu destino. Sempre é tempo de refazer o caminho, de mudar a direção. De recomeçar. De colocar ponto final no que não está dando certo.

      Sozinho, às vezes, não conseguimos. Precisamos admitir nossa fragilidade e buscar ajuda.

      Todo herói faz isso em sua jornada. A ficção e a vida real se entrelaçam neste e em muitos momentos. Há sempre mestres a nos aguardar. Mas devemos buscá-los.

      Fica na paz, meu irmão e conte comigo.

      Abraço,
      Abel

      Excluir
  14. tenho desejos de morte, sera q se eu morrer ira fazer diferença para as pessoas ? acho não... nada de bom acontece pra mim �� ja tentei me matar mais não deu certo, so pasei mal e fiquei sem co.seguir andar um dia todo ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu prezado ou minha cara!

      Ninguém é desprezível. Mesmo as pessoas mais abomináveis tem quem os ame.

      É claro que você faria falta, sim!

      Muita gente não sabe expressar o que sente, pois não aprendeu a fazer isso. A minha mãe mesmo não costuma nos abraçar e beijar. Nasceu na roça, viveu uma vida dura e foi criando cascas. Ela veio aprender a fazer isso com os netos! Felizmente soubemos entender que ela nos oferecia carinho do jeito dela: cuidando da casa, da roupa, fazendo a comida que mais gostávamos...

      Sumir, desaparecer, deixar de existir são desejos que, por vezes, nos assalta. Mas a morte não é solução.

      Tudo isso, queiramos ou não, faz parte dos sintomas da depressão.

      As doenças lembram ataque, invasão e dominação. Um vírus, uma bactéria consegue nos atingir e ficamos doentes.

      Quando é um *transtorno emocional ou mental* aí nós entramos em crise, pois não há 'elementos estranhos identificáveis’ causando dentro de nós o mal-estar...

      Mas o fato é que as *doenças da emoção* existem!! Se não conseguimos, em tempo, lidarmos com os problemas, dificuldades, aborrecimentos etc., o corpo tenta nos poupar descarregando em algum órgão este *incômodo*. Somatizamos as dores.

      Entre outras manifestações desta defesa do nosso organismo eis algumas:

      dor no peito
      fadiga, tontura
      dor de cabeça
      dor nas costas
      falta de ar
      insônia
      dor abdominal

      Daí que devemos buscar ELIMINAR os estragos causados pela DEPRESSÃO. Como a depressão é uma doença física, que afeta o cérebro e os seus componentes químicos (os neurotransmissores) precisam RECOMPOR estes elementos para tudo voltar a funcionar. Para que as CORES retornem às paisagens existenciais.

      A depressão deixa tudo cinzento, escuro. Daí a sensação de vazio, de falta de sentido.

      Ninguém deseja morrer sem estar deprimido...

      A pessoa pode até estar de mal com Deus e buscar no suicídio uma forma de demonstrar rebeldia, mas esta manifestação é raríssima...

      Então, é HORA de mudar as lentes cinzentas da depressão para você PODER VER as coisas como elas se apresentam – nem muito mais pior ou melhor...

      Cuide-se!!

      Se quiser conversar mais, me escreva: abelsidney@gmail.com. Sei guardar sigilo.

      Fica em paz!!

      Excluir
    2. *conseguimos lidarmos = conseguimos lidar

      Excluir
  15. Como podem entender nossas cabeças temos estilos diferentes pensamentos diferentes não podem nos ajudar

    ResponderExcluir
  16. Jamily, atravessei muitos abismos!! Fiz a dor que me atormentava experiência a partilhar...

    ResponderExcluir
  17. Nem sei se alguém consegue me ajudar pois acredite ja pedi socorro mais parece q ninguém entende ou simplesmente ñ se importam... sei q ñ sou uma pessoa fácil é conviver mais tbm ñ sou a pior do mundo mais as pessoas q mais amo resolveram me isolar de vez e parece q quanto mais eu preciso deles mais eles me deixam... sinto como se minha existência fosse inútil à muitos anos tenho esse pensamento em mim de querer a morte sinto q morrendo vou me libertar a morte me trara a paz q sempre sonhei mais sempre fui covarde e à dois anos tive um filho um menino lindo saudável eu me agarrei tanto a ele vi nele a esperança de conseguir ser feliz nessa vida pensei q os sorrisos dele bastariam p eu me esquecer de tal ideia.... Mais ñ a cada dia q acordo é um martírio ñ quero acordar ñ quero levantar ñ quero estar aqui ñ quero estar viva....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos ajudá-la sim. Escreva-nos. O seu caso exige conversa privada. Sigilo absoluto. abelsidney@gmail.com

      Aguardo o seu contato.

      Resista e permaneça em paz,
      Abel

      Excluir
    2. Podemos ajudá-la sim. Escreva-nos. O seu caso exige conversa privada. Sigilo absoluto. abelsidney@gmail.com

      Aguardo o seu contato.

      Resista e permaneça em paz,
      Abel

      Excluir
    3. Podemos ajudá-la sim. Escreva-nos. O seu caso exige conversa privada. Sigilo absoluto. abelsidney@gmail.com

      Aguardo o seu contato.

      Resista e permaneça em paz,
      Abel

      Excluir
  18. Boa tarde.
    Tenho passado por maus momentos, está dando tudo de errado comigo faz tempo, quando consigo forças para melhorar o alto-astral acontece outra desgraça, fui assaltado hoje a mão armada e no momento pensei que fosse minha hora, no dia de hoje até que não seria uma má idéia. Juro que tenho pensado em desisitir de tudo, tenho um filho pequeno que me sentir bem e a manter vivo até o momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nosso blog ganhou o reforço de uma amiga terapeuta, que tem ajudado muita gente. Se quiser bater um papo com ela me dê retorno (abelsidney@gmail.com).

      No mais, permaneça firme, pois todo tempestade passa!!

      Aguardo o seu contato.

      Muita paz!!

      Excluir
    2. O nosso blog ganhou o reforço de uma amiga terapeuta, que tem ajudado muita gente. Se quiser bater um papo com ela me dê retorno (abelsidney@gmail.com).

      No mais, permaneça firme, pois todo tempestade passa!!

      Aguardo o seu contato.

      Muita paz!!

      Excluir
  19. bom dia,quero agradece por essa oportunidade de poder desabafa um pouco, sou do estado rio de janeiro, tenho 29anos ,e estou solteiro, nesse últimos 4anos eu pensei e fazer de tudo, pra mim atingir , ou chama atenção das pessoas que eu amo, estou com depressão , estou desempregado , e as coisas não estão dano certo pra mim nos últimos anos, não consigo dormi mas a noite , tomo café toda hora e comecei a fuma cigarro sem controler, sinto ódio e raiva , por não ser uma pessoa melhor , eu tentei me joga da ponte rio-niteroi uma vez , mas alquem viu e me fez muda ideia na hora , mas todos os , aquela vantade aparecer de novo , conversei com o pastor de uma igreja , ele me disse que e coisa do inimigo ,eu não sei o que ; minha esta triste , sem amor , sem carinho ,tudo na minha vida esta dano errado , não consigo acha a solução pra esse problemas , que doi tanto , pensamento de fracaço , que você não e ninquem , não consigo conversar com os meus famílias , tenho medo da reações deles, si tem uma saída, me mostre por favor, meu nome e taison , tenho 29anos do rio de janeiro, não estou aquertando mas essa vida que estou vivendo////////////?????????????????????????????

    ResponderExcluir
  20. Taison, bom dia!

    Morei também aí no Rio de Janeiro. Aí também caí em depressão e pensei também em matar... Felizmente não me faltou amparo e consegui seguir adiante.

    Lembro-me que conversava muito comigo mesmo "em palavras", através da música (refrões que me animavam a continuar: "vida, vida, vida/ que seja do jeito que for") e por meio da escrita (botei na cabeça que ia me tornar escritor e assim desabafava!).

    Visto de longe, depois que passa a tempestade, a impressão que dá é que a gente se perde, em algum momento, e entramos num labirinto de sofrimento... Felizmente tudo passa!!

    Hoje, felizmente, há o CAPS, há os serviços de apoio, como o CVV, psicólogos e psiquiatras prontos a nos auxiliar. Sem contar as instituições religiosas, muitas delas preparadas para lidar com a depressão.

    Então, Taison, anime-se aí, meu camarada! Tudo é possível de ser refeito!! A jornada não é fácil, nem curta, mas vale a pena todos os esforços que façamos.

    Conquiste a sua paz lutando e acreditando em você mesmo! Você MERECE e PRECISA vencer esta batalha.

    Se quiser me escreva: abelsidney@gmail.com

    Não desista de você!! Aguente mais um pouco e busque os recursos necessários para o seu refazimento.

    Fica em paz,
    Abel

    ResponderExcluir
  21. Já tentei me matar mais foi em vão só fui parar no hospital...minha vida tá horrível e meu casamento está praticamente no fim....não aguento mais sofrer penso tanto em morrer a diferença q agora penso no meu filho de quatro anos. Sinto q estou muito depressiva e não sei o q fazer só sinto tristeza e vontade de chorar escondida .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada anônima, posso afirmar, com convicção, que as dores de cada um são difíceis de se medir, mas por conta da semelhança, é possível avaliar.

      Posso dizer que atravessei muitos períodos difíceis e estive à beira de muitos abismos.

      Venci. Tive ajuda. Orientaram-me.

      Acredito, então, que você pode recomeçar, refazer o caminho, mesmo sem o seu "casamento salvo".

      Importa, agora, você salvar a tua pele e lutar pelo seu filho, única ÂNCORA que parece ter lhe restado.

      Na verdade, há outras âncoras (motivos para viver), mas o teu estado de depressão não te permite ver as muitas razões que existem para você insistir, lutar!!

      Busque ajuda médica, se possível. Converse, busque colos amigos, abra-te e deixa que o sangue pisado saia, te aliviando...

      Muita paz!! Se quiser, me escreva: abelsidney@gmail.com
      Abel

      Excluir
    2. Prezados, Não façam isso...Não tirem suas vidas, olhem ao seu redor, existem muitas pessoas que amam muito vocês....Sua mãe, sua esposa, seus filhos...Meu marido se matou há quase dois meses, e eu estou aqui, sem rumo, sem direção com dois filhos pequenos...Pensem nas pessoas que vão ficar aqui... Peça ajuda!!! Conversem!!! Queria tanto ter percebido que o meu amor estava precisando de ajuda...Ele se foi e eu sinto uma dor tão grande, uma saudade imensa...Não façam isso, não tirem suas vidas, não é solução, e pode acabar não só com a sua vida, mas com tantas outras...

      Excluir
  22. Ola pode me chamar de "X" tenho 26 anos...Estou quitando as dividas para nao prejudicar ninguém nem a vim prejudicar minha mae e pai...ja fiz um teste a alguns messes e tomei 120 gotas de dipirona sodica e fique muito tonto(vomitei muito e cheguei a vim ao chao,fui amparado por um amigo que quiz me levar ao medico mas disse que apenas estava doente com zica),o que significa que talvez essa dose ao quadrado va dar um jeito...Nunca gostei de mim sempre me detestei me desprezo nunca tive uma namorada apenas amigas e se quer saber a verdade,dou toda razão a elas...nao marquei uma data pois so vou resolver quando pagar minhas contas que talvez tenha quitado em 2 ou trez messes.é isso...obs;foi apenas um desabafo pois nao tenho amigos em quem confie em contar sentimentos tao radicais de odio e pena de mim mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que situação difícil. Eu estou passando tbm. Se quiser alguém pra conversar. pode me mandar seu e-mail que posso tentar te ouvir se te julgar.

      Excluir
    2. Nathália, contacte-me, por favor: abelsidney@gmail.com

      Excluir
  23. Prezado X, nosso blog tem postagens que suscitam a participação dos leitores. Naturalmente que muitos falam de suas perdas, de suas dores e dos motivos para não mais desejar viver.

    Nosso papel é acolher a todos os que sinceramente se expõem e que, no fundo, gostariam muito de uma SEQUÊNCIA diferente na história de suas vidas!

    Apontamos caminhos, tentamos despertar a esperança, aconselhamos, indicamos tratamentos. Mas não podemos violentar quem quer que seja!

    O nosso convite, portanto, hoje, é para que você reflita sobre a irreversibilidade do suicídio. Você não estará apenas se matando, mas ELIMINANDO todas as OUTRAS possíveis SEQUÊNCIAS da sua história de vida.

    A sua aposta é no NADA, na ELIMINAÇÃO da vida do corpo físico e do próprio EU. Aposta arriscadíssima, sob todos os aspectos, pois não há garantia alguma de que a VIDA se encerrará mesmo...

    E SE SUA VIDA, a despeito da sua descrença, TOMAR OUTRO RUMO?!

    Reflita, meu irmão! Creio que seja mais seguro navegar por estas conhecidas águas, mesmo que turbulentas, por aqui...

    Grande abraço,
    Abel

    ResponderExcluir
  24. Hoje acordei triste e sem vontade de ir a escola meu corpo parece estar cansado de tudo não quero morrer mas quero me desligar de tudo e do mundo de pessoas arrogantes,frias,sem vida,e que julgam a qualquer hora daqui a 4 dias será meu aniversário minha mãe queria que eu comemorasse com 3 amigas a triste infelicidade é que eu chamei 3 colegas só que elas me deram desculpas toscas como não vou poder ir tenho festa de uma prima,vou ver,minha mãe não deixa. Isso me dói as vezes não consigo intender o ser humano se você tem consideração por uma pessoa ela não devia ter com você também. O fato é que eu não tenho pessoas que me amam podem falar que é drama mas sou eu eu to gritando mas ninguém me escuta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, aqui há muita gente para te ouvir e conversar, se você quiser. Se quiser te apresento amigos/amigas virtuais (mas reais) muito interessante. Se quiser, escreva para a gente (Abel & Izabel e amigos outros): abelsidney@gmail.com

      Siga adiante!!

      Abraço,
      Abel

      Excluir
  25. Não sei exatamente como começou, mas cada dia que passa sinto minha vida saindo de mim. Fico cada dia mais triste, não tenho amigos ( pessoas frias, sem coração e amizade), não tenho coragem de desabafar isso com alguém e a pessoa usar contra mim, por isso procurei vcs pra desabafar. Hoje me deu uma vontade tão grande de me matar, não tinha pensado nisso tinha muito tempo. Queria levantar e poder ver o sol de manha, mas parece que mesmo ele estando lá pouco importa. Meus sonhos foram roubados de mim.Me sinto tão triste, muito mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse ainda agora aqui é um "território neutro". Ninguém se julga. Estamos aqui nos acolhermos, cada qual com sua dor.

      Se quiser, me escreva! Eu, a Nathália ou outro parceiro-amigo te ouviremos.

      Fica na paz!!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Não façam isso, orem, busquem a Deus, morrer não é solução, os problemas não acabam, e a vida dos que ficam vai ficar vazias sem vocês!!!! Vocês são projetos de Deus!!!! Você é muito importante para sua mãe, para seus filhos, para seus amigos, Não desista!!!!

      Excluir
  26. Cheguei ao ponto que sou uma fracassada. Nem coragem para tirar minha vida eu tenho... Essa.coragem se dá por causa dos meus dois filhos. Mas com certeza a vida.foa dois esta encaminhada... Vejo que meu estado hoje só os deixam tristes.. Não tenho paciência, pedrdi a fé. Só quero.ficar deitada, meu trabalho não rende...eu só queria não viver mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeanne, boa noite!

      Primeiro, não se deprecie por estar assim. Na minha avaliação você tem depressão e, felizmente, isso tem cura!! Os sintomas do estado depressivo faz as pessoas sentirem o que você disse neste seu depoimento.

      Depressão não é loucura, não é falta de fé ou de caráter. É apenas uma doença que afeta o cérebro, mas tem cura. A medicação evoluiu muito e em poucos mesmos as pessoas voltam a se sentir bem.

      Procure auxílio, ajuda especializada.

      Se quiser conversar, me escreva: abelsidney@gmail.com

      Fica em paz!
      Abel

      Excluir
  27. Oi! Tenho 35 anos, a mais de 2 anos nao paro de pensar que vou morrer e isso me tira o prazer de viver. Parece bobagem, mas devido esse pensamento nao consigo mais planejar objetivos futuro. Será que estou ficando louca? Me ajudem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula, não sou profissional da saúde, mas a experiência nos mostra que estes medos - que surgem de repente - lembram a "síndrome do pânico".

      A síndrome surge após um período de depressão (mesmo que a pessoa não perceba, a depressão vai roubando elementos importantes da química cerebral e a adoecendo).

      Esta síndrome trava a pessoa por conta de uma ansiedade extrema. E o que mais acontece é isso: "A pessoa passa a ter medo de tudo, de todos, acha que vai morrer repentinamente, que irá enlouquecer e/ou perder o controle da própria vida".

      Enfim, se você sente algo parecido, procure COM URGÊNCIA ajuda médica!!

      Felizmente os métodos terapêuticos - com e sem uso de medicação - tem evoluído muito, ultimamente. E em muitas cidades os profissionais do CAPS tem disponibilidade para um bom tratamento (gratuito).

      Muita paz e siga adiante. Cuide-se!
      Abel

      Excluir
  28. 20 anos de FAB e pedi exoneraçao devido à depressão...Fiz novo concurso e a depressão está me levando novamente ao nada. nao sinto prazer nem vontade de nada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado amigo, me escreva (abelsidney@gmail.com).

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  29. Aos doze anos eu sofri tentativa de abuso sexual por um familiar meu e desde então ouço vozes em minha cabeça que sempre me dizem que a culpa é inteiramente minha. Recentemente perdi todos os meus amigos, todos eles se afastaram de mim sem nenhum motivo aparente, meu refúgio é o meu quarto. Atualmente os cortes estão se tornando mais presentes em meus pulsos. A alguns anos atrás eu me tranquei no banheiro da casa de minha avó e bebi mais de meio litro de água sanitária, pois sabia que ela ia corroendo o estômago aos poucos. Acabei desmaiando no banheiro e fiquei cerca de uma hora desacordada e ninguém sentiu a minha falta. Encontrei uma saída para meu sofrimento na bulimia e sempre vomita tudo o que eu comia, até que fiquei mal e me levaram pro hospital, suspeita de anemia, fiquei alguns dias internada e logo voltei pra casa. Continuei vomitando tudo o que comia, dei uma crise asmática e como vomitava tudo minha pressão também não estava lá essas coisas, desmaiei três vezes e fiquei internada mais uma vez, e de novo tive que ouvir "ela pode ter anemia". Mesmo depois de tudo continuei colocando pra fora tudo o que comia, sentia muita tontura e sempre minha visão ficava escura, como se eu fosse desmaiar a qualquer momento sabe? Mas mesmo assim me "mantive forte", mas meu corpo já não suportava mais, fiquei com uma perna completamente inchada, não conseguia colocar nem o pé no chão que sentia uma dor horrível, não sei explicar muito bem, mas tive uma espécie de inflamação ou algo assim. Depois de tudo isso meus pais chegaram a conclusão que tinha algo errado com minha alimentação, então eles passaram a focar em mim, pelo menos por uma ou duas semanas.

    ResponderExcluir
  30. Meu pai apesar de ser um bom pai, nunca repara em mim. Já faz dois meses que só saio do meu quarto pra ir a escola e raramente acompanhar meu pai em algo (como no mercado, igreja ou alguma reunião em família). Quando estou na escola e meus amigos de classe me chamam para conversar eu não sinto nenhuma vontade e me isolo imediatamente. Eu não suporto mais a presença de mais ninguém comigo, me sinto extremamente desconfortável e tento me afastar da pessoa o mais rápido possível (Isso ocorre até com meus pais). Todos os dias em meu quarto eu penso em mil maneiras de me matar, eu não suporto mais essa voz, essa culpa, eu não suporto mais o peso de ser quem sou. No final eu só queria colocar um fim em toda a minha dor.

    -Miuls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miuls, sou grato pela coragem de se expor. Espero que isso alivie um pouco a sua dor e seu abandono.

      Espero, muito, que você resista e insista!! A sua vida já é uma epopeia... A resiliência é imensa, embora você nem mesmo consiga imaginar a força, a resistência e a grande envergadura que tem...

      Reanime-se e lute para deixar um grande legado: sua própria sobrevivência neste mundo cinzento!!

      Como editor adoraria te ajudar a escrever o livro da sua ressurreição do fênix, que és.

      Se quiser conversar mais, me escreva: abelsidney@gmail.com.

      Abraços,
      Abel

      Excluir
  31. Obrigada, irei te escrever, acho que no fim eu só preciso de alguém que ouça, ou pelo menos me engano achando que é isso.

    -Miuls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aguardarei! Faremos poema-terapia, prosa-terapia, amizade-terapia. Funciona:)

      Abraços
      Abel

      Excluir
  32. estou desesperada nao sei o que fazer a minha vida tenho 19 anos apenas e ja acho que a minha vida nao faz sentido ..sofri de violencia no namoro ha uns tempos sofri de bullying por parte de professores e uma colega a minha vida parou nestes ultimos 4 anos antes era uma miuda cheia de vida com imensos amigos e do nada tudo me foi tirado hoje nao tenho amigos nem conhecidos é me dificil fazer amizade com alguem sinto muita dificuldade . namoro ha meses mas ultimamente sinto raiva dele parece que mudou comigo apesar de eu saber que ele gosta de mim ... fui diagnosticada com depressao e ja tive internada mas na verdade acho que (ate tenho vergonha de dizer) acho que sofro de transtorno maniaco depressiva , so me da para chorar estes ultimos dias nao vejo sentido a minha vida por dentro ja comeco a ficar apatica de tudo .
    estou desesperada o que faco a minha vida ? :'(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada "Miúda cheia de vida", não desista de si!!

      Estes transtornos mentais são possíveis de se curar. Trata-se da maquinaria mental com alguma avaria, mas que pode ser ajustada com medicamento e terapia psicológica.

      É preciso, sim, enfrentar a situação com otimismo (não aquele tolo, insensato, que nos faz acreditar em soluções mágicas, mas o que nos lança à luta, à jornada para percorrermos cada etapa com pequenas e expressivas vitórias todos os dias!!)

      Não desistia de si!!

      Escreva-me, se quiseres (abelsidney@gmail.com). Eu e minha equipa poderemos ampará-la com palavras reconfortantes e orientações.

      Fica em paz!
      Abel

      Excluir
    2. neste momento so consigo chorar sinto uma tristeza tao grande que nem sei expressa la os meus olhos falam por si
      sei que preciso de ajuda mas por palavras de boca nao consigo pedir gostava que me pudessem entrar na mente e perceber tudo o que se passa comigo , nao vejo um futuro para mim e cada dia vejo menos .

      Excluir
    3. Minha cara, estamos aqui!

      Chorar, por vezes, é necessário e saudável.

      O futuro é sempre construído a cada instante. Neste momento, de dor, de confusão, é natural que você não consiga vislumbrar nada claro à frente.

      Toda tormenta, no entanto, passa...

      Confia e segue!! Não estamos sozinhos, nunca.

      Estamos aqui, ao seu dispor!!

      Excluir
    4. só sei escrever porque se for a falar choro tenho imensa dificuldade a expressar o que sinto ..porque quando choro sinto me fraca se alguem me vir ;(

      Excluir
    5. Oi!

      A Miuls, nossa colaboradora deseja conversar contigo.

      Veja o que disse quando leu o que você escreveu:

      "(...) senti uma vontade enorme de abraça-la e dizer que tudo ficará bem. Em tempos assim tudo que precisamos é de um amigo em quem confiar, que possa nos ouvir sem ter nenhum julgamento. Caso ela entre em contato contigo, te dou total liberdade a passar meu contato. Quero conversar com ela e dizer que tudo vai ficar bem, que pode ser um dia triste, mas me nego a deixa-la ter uma vida triste."

      Faça contato! O e-mail é este: abelsidney@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  33. o dia que fui mais feliz,eu não lembro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matar o FUTURO é das coisas mais terríveis. RECUE enquanto é tempo!!

      Excluir
    2. Tive muitos problemas, como todos nesse espaco,mas te digo algo que me disseram:antes que termine tudo faca 3 coisas:1 uma boa acao caridadepraalguem que sente fome frio ou medo. Segunda visite um templo que possa ser sagrado pra vc. Terceiro va a um asilo e seja atencioso com o seu mais humilde e solitario morador.

      Excluir
    3. Grato pelo seu depoimento!

      Tens toda razão: a cura radical dos nossos problemas passa pela prática da caridade (amor ao próximo alimenta a autoestima!) e pela reconciliação com a divindade, com o sagrado.

      Mas se conseguirmos ser egoístas o suficiente para SALVARMOS A PRÓPRIA PELE também está valendo!! :) É um excelente começo.

      Excluir
  34. Peço que orem por mim estou passando duas difíceis e não estou suportando tanta dor não sei mas o que fazer com o final de meu casamento de 10 anos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo, o que sabemos por experiência própria é que toda dor pode ser superada. Não há fórmula mágica, mas é possível, com o tempo, ver as feridas cicatrizando...

      O luto deve ser vivenciado, sim. Dói. A gente se culpa por isso ou aquilo. Mas tudo isso é aprendizado!! Cresça e amadureça, seja para a retomada deste mesmo relacionamento ou para outro (milhares de pessoas passaram por isso e sobreviveram!! digo isso sem desejar avaliar e medir a sua dor, é claro!)

      No mais, a fé em um Poder Superior nos traz alento e força, serenidade e resistência, esperança em dias melhores.

      Eu, particularmente, orarei por você!!

      Abraços. Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  35. Alguém pode me ajudar,não suporto mais viver!!!

    ResponderExcluir
  36. eu n aguento mais quero morrer alguem me ajuda.sou kelli queiroz tenho 14 anos

    ResponderExcluir
  37. Kelli, nosso propósito é nos ajudarmos uns aos outros a vencer a vontade de morrer...


    Morrer não é solução!

    Se quiser conversar, me escreva: abelsidney@gmail.com

    Fica em paz,
    Abel

    ResponderExcluir
  38. estou no desespero não sei mais o que fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser me escrever, poderei te ajudar, de alguma forma!!

      abelsidney@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  39. Olá, será que vc poderia me ajudar? Tenho 55 anos, sou divorciada , 2 filhas grandes e nos últimos tempos meu único alento é pensar que em breve elas se formarão e poderei finalmente me suicidar sem deixa-las em uma situação ruim. Não tenho NENHUM amigo, e por mais que fale para minhas irmãs sobre minha ideia de suicídio não sou levada a sério. Minha irmã diz que tenho soluções definitivas para problemas temporários. Não tenho nenhum problema sério de saúde, mas não consigo mais lidar com a minha incapacidade de ser bem-sucedida em qq coisa. Não consigo ganhar o suficiente para dar o conforto q minhas filhas merecem. Nos últimos 3 anos já fui demitida 3 vezes de meus empregos, dizem por conta da crise, mas me considero um fracasso completo. Devia estar aposentada e com dinheiro para manter-nos a todas, e não esmolando emprego e sendo chefiada por pessoas com idade de serem meus filhos.
    Estou ficando cada vez mais sensível e até os menores sofrimentos, como a necessidade de um procedimento dentário doloroso na minha filha provoca a ideia de que me suicidar era o único jeito de não mais sofrer. Os dias representam somente sofrimento, ou a expectativa de qdo será que vou passar mal e começar a sofrer fisicamente para morrer... Ficar viva apenas para esperar morrer não me parece uma atitude sensata, mas como sou a única fonte de sustento das minhas filhas tenho que continuar aguentando. Acontece que não sei até quando vou resistir a ideia recorrente de suicídio.
    Tenho medo de um dia ela me parecer mais atraente que normal e realizar meus planos de suicídio antes do prazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser conversar mais reservadamente, me escreva: abelsidney@gmail.com

      Nosso grupo de apoio tem auxiliado a muitas pessoas em crise. Acreditamos que há sempre soluções possíveis, mesmo não fáceis!!

      Fica em paz e até já!

      Excluir
  40. Abel Sidney? Vc é o administrador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, quer falar comigo? abelsidney@gmail.com Whatsapp 69 99246-7839

      Excluir
  41. Olá, pessoal. Desejo sinceras melhoras a todos que passam por essa doença terrível. Aos dezesseis anos, três anos atrás, uma série de traumas marcaram minha vida. Sofri a perda de um tio próximo com um ataque fulminante e sem indícios, minha avó (já falecida) teve um AVC que a deixou paralisada em uma cama e minha irmã foi acometida com uma doença raríssima chamada Encefalite Herpética, que deixou sequelas neurológicas permanentes, como perda de memória e total disfunção de personalidade. Tudo no período de um ano. Fui diagnosticada por um psiquiatra com depressão e transtorno de ansiedade, e tomei Tolrest por cerca de um ano. Felizmente, eu melhorei, e já não me encaixava mais na lista de sintomas depressivos. No entanto, não venci a guerra contra a depressão. Hoje, com dezenove anos, sinto os mesmos sintomas de quatro anos atrás. Sinto que a vida não faz mais sentido, e pensamentos suicidas acometem minha mente com frequência diária. Já tentei me suicidar tomando doses de Bromazepam e Diazepam misturados com álcool, e me corto com frequência. Quando minha irmã sofreu com a Encefalite, meu (agora ex) parceiro me deixou, alegando que não sabia como poderia me ajudar neste momento difícil. Quando melhorei, voltamos, e tudo ficou bem novamente. Agora, quando passo novamente por um período de depressão, ele me deixou novamente, dizendo que precisava cuidar dele mesmo. Me sinto sozinha e desamparada, como se não pudesse ficar vulnerável para ser amada e cuidada. Não sei quanto tempo aguentarei, olho para os remédios e as lâminas com pensamentos suicidas, mas não posso fazer isso com a minha família. Não sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
  42. Prezada anônima,

    Sou grato pelo seu depoimento corajoso!

    Apesar das suas tantas perdas e dores tem encontra forças para LEMBRAR-SE DE SUA FAMÍLIA.

    Meu sincero desejo de recuperação!

    Se quiser conversar mais, me escreva: abelsidney@gmail.com

    Fica em paz,
    Abel

    ResponderExcluir
  43. o chat nao ta conectando, por favor, faz ele re conectar

    ResponderExcluir
  44. Mudaram o endereço.

    Aí vai: http://suicideroom004.chatango.com/

    ResponderExcluir
  45. obrigado por mandar o novo link

    ResponderExcluir
  46. oi abel gostaria de poder conversar com voce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos conversar via Messenger (Facebook) ou Whatsapp. Abel Sidney (no Facebook) ou 69 9246-7839 (Whatsapp). Ok?

      No seu aguardo.
      Abel

      Excluir
  47. Ando tão cansada, me sinto sozinha... Sei lá oq esta acontecendo, sinto uma raiva fora do normal... Tenho vontade de ficar sozinha sem falar com ninguém

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso pode ser um sintoma de algo que merece atenção. Busque ajuda!!

      Se quiser conversar, me escreva. Posso encaminhá-la para alguém que poderá te esclarecer (abelsidney@gmail.com)

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  48. Está doendo muito... Me ajude!A ideia de suicídio me conforta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro que você entre na sala de bate-papo.

      http://suicideroom004.chatango.com/

      Lá você encontrará pessoas amigas que irão te acolher e ajudar na cura desta ferida!

      Se quiser conversar comigo o e-mail meu é abelsidney@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  49. Olá meu nome é João (nome fictício) e estou pensando seriamente em tirar minha vida...

    Era empresário e perdi tudo... Financeiramente estou falido e consequentemente descobri que minha esposa me traiu a dois anos atrás...Temos uma filha de 5 anos e a situação em minha casa está insuportável...
    Não consigo me restabelecer financeiramente e não tenho confiança na minha esposa, onde a mesma disse hoje pela manhã que quer o divórcio, não por já ter outra pessoa, mas pelas cobranças que nestes 2 anos de desconfianças e desgastes eu tenho feito a ela...
    Amo ela e sei que não fui muito presente na época, porém a descoberta foi como um tiro no meu peito e não consigo passar por isso...

    Quero ela do meu lado... Ela demonstrava arrependimento na época mas agora quer a separação...

    Não sei o que fazer pois não tenho autoestima, sem dinheiro e com uma filha linda que precisa de mim mas assim como eu,idealiza a família perfeita com os três juntos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João, serenidade neste instante é tudo! Não desperdice as oportunidades da jornada desta vida, que pode te reservar ainda muitas coisas positivas passada a tempestade que hoje te transtorna e fere.

      Já atravessei muitos abismos e enfrentei duas falências - a última com 5 filhos para tratar (uma pensão alimentícia), um dos filhos especial e a esposa com lúpus...

      Quanto à sua esposa, deixe-a ir se este é o desejo dela (hoje, no futuro pode ser que ela tome outro posicionamento).

      Enfim, faça o tempo agir a seu favor! Cuide-se do bem mais precioso, que é a sua filha e lute para se reerguer. Um suicídio pode arrastar outras pessoas para a mesma situação (imitação, reação e/ou contágio). Deves preservar a saúde mental/emocional da sua filha, acima de tudo.

      Uma separação já será difícil para ela e você tem que estar bem emocionalmente para ampará-la.

      Se quiser continuar a conversa, me escreva: abelsidney@gmail.com Creio que posso ajudá-lo um pouco mais, se quiseres.

      Muita paz,
      Abel Sidney

      Excluir
    2. Oi Abel...
      Obrigado pelas palavras de carinho e incentivo...A tempos não tenho isso...

      Gostaria de saber como tentar reverter a situação...

      Imagino que vc também deve ter passado muitas tempestades de acordo com seu relato acima... Como fazer? E o que fazer? Tento colocar a cabeça no lugar e penso sobre tudo e não vejo saída... Às vezes a solução pode até estar próxima e debaixo dos nossos olhos...Mas não conseguimos ver adiante, devido a cegueira instalada em nossas mentes...

      Excluir
  50. João, não há o que agradecer.

    Como te disse há que se ter serenidade para encontrar soluções - principalmente nestes tempos difíceis.

    Hoje comecei a me tornar investidor-anjo (ainda muito pequeno) e vejo uma oportunidade de negócio por dia! Há muita gente séria e competente empreendendo, cavando oportunidades e só lhes falta recursos...

    Por outro lado, há bolsões, ainda, de bons negócios no país. Norte do Mato Grosso, interior de Rondônia, interior de Goiás e outros cantos.

    Enfim, temos que arriscar, buscar outros horizontes.

    Continuo à disposição. Vamos conversando,
    Abel

    ResponderExcluir
  51. Obrigado meu amigo pela disposição e seriedade na qual trata os casos que lhe aparecem.

    Muito grato pela atenção e compreensão.

    ResponderExcluir
  52. Aguardarei a sua mensagem via e-mail.

    :)

    ResponderExcluir
  53. eu ja o tentei fazer uma vez. E estou pensado em fazer novamente . Tenho 39 anos. E sempre vivi uma vida de altos e baixos. Sempre fiz tudo para nao maguar niguem. Sempre deixe de pensar em mim para nao magoar. Estou numa faze finaceira muito ma . Quase sem saida a nao ser miseria e fome. Nada tenho nesta a vida a nao partir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado anônimo! Nosso blog é um espaço de apoio a todos que lutam para continuar vivendo, apesar de tudo!! Este talvez seja o seu mais profundo desejo: seguir vivendo e arriscar ter boas surpresas futuro adiante!

      Então, se não desistir e quiser conversar me escreva: abelsidney@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  54. Acho que preciso desabafar, sem ter com quem aqui estou. Tenho 23 anos, aos 10 eu e meu irmão vivenciamos uma separação dolorosa de meus pais,meu pai sempre agressivo,minha mãe sofria com violência e nós também. Não concordo com a atitude dela,mais ela teve suas razões,resumindo ela nos abandonou,meu pai com problemas psiquiátricos,fomos criados pelo nossos avós,minha avó paterna,uma ambiente de conflitos,minha avó sempre acobertava e acoberta até hj meu pai de tudo,nos afastou de nossa mãe,passando dois anos que comecei a ter contato com ela e ouvir a versão dela, hj nos falamos mais sinto que pelo distanciamento e tudo que passamos não temos uma relação de mãe e filha algo maternal, a carinho,respeito e amor,mais falta algo sabe. minha avó sempre muito rigida, ela é Pastora, nos criou no meio sem afeto,uma general. eu aos 12 anos ia em pisicologos era revoltada,uma historia grande de mais. aos 19 engravidei e sai de casa com meu hj esposo,uma metodo de fuga,achando que tudo ia mudar,até hj sofro por falta de carinho da parte deles,meu marido catolico, minha vó ate hj muito dura, ainda quer manter as coisas do jeito dela,não me respeita como mãe e adulta,não dependo deles,tenho casa propria,carro...contru minha vida ao lado da pessoa certa,trabalhador...Mas ainda há um vazio,passei no vestibular,mais estou desempregada no momento, a loja que trabalhei ao todo 4 anos fechou,minha situação está critica,não vou poder entrar p faculdade por conta disso,meu avô um querido com cancêr,tenho um irmão que não está nem ai p nada,mora de favor com meus avós,não estuda não trabalha só suga, e ainda é levado como principe,sinto que da parte deles não há nenhum afeto por mim. a duas semanas atras,tentei um enforcamento,meu marido chegou na hr e me tirou daquela situação. hj estou um trapo, sem animo,sempre fui maria limpeza,chata com as coisas,sinto que não sou mais a mesma,sabe,tanto faz se tem p comer ou não,se esta limpo ou nõa,vontade de ficar quieta na cama. MORRER. a tantas magoas e sentimentos que se eu for relatar aos 23 anos posso escrever um livro. Tenho um filho de 3 anos, e é por ele que luto todo dia contra essa vontade de me matar/ sumir. não aguento mais...engordei horrores por conta sa ansiedade e da pilha q estou. alguem me ajude por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada anônima, somos uma equipe de amigos de ombros-solidários. Me escreva e eu colocarei uma das nossas amigas para conversar contigo!! Vais gostar (abelsidney@gmail.com)

      Fica em paz!
      Abel

      Excluir
  55. Que bom que tem um grupo assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo comentário!

      Conversar é terapêutico. Como isso tem feito falta!!


      O importante é que há este espaço nobre para podermos manifestar nossos sentimentos.

      :)

      Excluir
  56. Respostas
    1. Se puder, entre na sala de bate papo!

      http://suicideroom004.blogspot.com.br/p/entrar-no-chat.html

      Excluir
    2. Ou me escreva: abelsidney@gmail.com

      Excluir
  57. Respostas
    1. Não, o endereço é: http://suicideroom004.blogspot.com.br/p/entrar-no-chat.html

      Excluir
    2. Há esta sala: http://suicideroom004.blogspot.com.br/p/entrar-no-chat.html

      E esta outra: http://cvvweb.mysuite1.com.br/client/chatan.php

      Se quiser conversar comigo, me escreva: abelsidney@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  58. Abel Sidney, não te conheço e não sei nada sobre sua vida, felizmente vim parar aqui no seu blog e gostaria de te agradecer por ter sempre uma palavra de apoio para todas essas pessoas deprimidas e perturbadas. Eu também sou extremamente depressiva, mas tento me controlar e parecer bem aos olhos dos outros. Talvez isso acabe ainda mais comigo, fingir que sou feliz. Lendo seus comentários, consegui me sentir bem, pois a maioria dos problemas emocionais aqui é um pouco parecido comigo. Grata por suas palavras de apoio.

    ResponderExcluir
  59. Muito grato mesmo por suas palavras de carinho, de incentivo!!

    Que você siga adiante com paz e serenidade!

    Abraço,
    Abel

    ResponderExcluir
  60. Olá, Bom dia!
    Eu vou tentar ser o mais rapida possivel nas palavras, primeiro eu me auto-mutilo, ja sofri bulling na internet, perdi minha tia, sofri abuso sexual na minha infancia e agora com 20 anos e hoje tenho 24 e depois desse abuso com 20 anos hoje sou homossexual. as vezes estou bem e do nada fico mal, minha ex me trocou pela minha melhor amiga, fico sem chão, e não acho saída pra nada e então vou me cortar me punir por todas essas dores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!

      Dores, dizem, faz parte do crescimento. Quando são excessivas traumatizam! E você está assim...

      Se algo devo te pedir é isso: siga firme em suas lutas!! Viva com dignidade a sua afetividade&sexualidade. Isso, sim, pode ser objeto de escolha e decisão!! E acredite que passada todas as tempestades podes te sentir serena e feliz, mais tarde.

      Muita paz,
      Abel

      Excluir
  61. Eu perdi minha prima ano passado no afogamento, eu ainda consegui superar e meu namorado acabou de me deixar, nao tenho mais vontade de viver, eu ja pensei em me matar varias vezes mas eu tenho medo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreva-nos. Podemos ajudá-la a superar o luto e prosseguir adiante.

      albergueamigo@gmail.com

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  62. Eu estava procurando ajuda e acabei encontrando esse site! Acontece que eu não aguento mais ver as pessoas que amo, se afastando e saindo da minha vida! Tenho defeitos como qualquer ser humano mas, parece que o meu erros e defeitos são maiores do que qualquer pessoa! Sou sempre julgado, humilhado e acabo ouvindo e passando por situações que não mereço passar. Eu não aguento mais! Eu me doo completamente para as pessoas e nunca sou valorizado! Não suporto perdas! Queria nunca ter existido para não passar por essa dor! Eu quero sumir, morrer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, você precisa ser acolhido e aconchegado, único meio de curar suas feridas.

      Escreva para albergueamigo@gmail.com. Conversaremos com você e o ajudaremos a prosseguir adiante.

      Abraços,
      Abel Sidney

      Excluir
    2. Eu só conseguir ver a resposta hoje, me desculpe! Hoje estou passando pela mesma situação descrita anteriormente! Eu estou sofrendo e com muitos pensamentos suicidas! Não estou aguentando mais amar e só ter tristeza e sofrimento!!

      Excluir
    3. Não há problema!

      Estamos prontos a te auxiliar. Somos uma equipe. Escreva-nos: albergueamigo@gmail.com

      Por e-mail e depois por Whatsapp fica mais difícil nos comunicarmos. Você será acolhido e amparado.

      Muita paz,
      Abel

      Excluir
  63. Não aguento mais essa vida miserável. Sou temporão, passei metade da minha vida cuidando dos meus pais idosos e com necessidade especiais. Meu pai faleceu em 2001, meu irmão mais velho morreu com um tumor no cérebro em condições deploráveis.Outro irmão cometeu suicídio. Passei a cuidar da minha querida mãe.Ela era tudo para mim, minha razão de viver. Até que ela veio a falecer no final de janeiro. Fiquei só no mundo e desempregado. Todos os dias eu choro de saudade da minha mãe.Fico angustiado o tempo todo. Não consigo me alimentar direito. Só fico deitado, chorando, sofrendo de saudade e com angustia .Não suporto mais ficar sem minha mãe. Quero morrer!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, André!

      A sua história de vida mostra os muitos desafios que você tem enfrentado.

      Nosso desejo, meu, da Wilma e da Carol, é que todos saiam vencedores de suas duras pelejas! Que, não importa o enredo, haja um final em que a vitória, a superação, a redenção estejam presentes.

      Por isso, peço que você lute!! Não se entregue. Curta, sim, a dor da saudade de sua mãezinha, mas não se deixe vencer pelo cansaço, pelo desânimo...

      Os temporãos tem missões difíceis a cumprir. Parece sina. Deve ser. Se é, enfrente! Quanto maior o desafio, maior a recompensa.

      Se quiser conversar com a gente, escreva: albergueamigo@gmail.com.

      Estaremos te aguardando.

      Muita paz,
      Abel

      Excluir
  64. Boa noite.
    Bem como muitos aqui estou passando por maus momentos. É triste se sentir inútil. E ainda entrei em um casamento no qual me sinto derrotada. Um homem q ao mesmo tempo q demonstra amor demonstra desprezo. E o desprezo e demonstrado com maestria. Estou sem perspectiva. E o pior de tudo q sei q não sou uma pessoa má ou sem talento. Mas as vezes parece q o mundo conspira contra. Parece q pra mim não dá nada certo. Não tenho coragem de tirar minha própria vida. Mas sinto q talvez não faria diferença minha existência ou não; aqui nesse mundo. Nunca aprendi a me amar.

    ResponderExcluir
  65. Elquilauine, boa noite!

    Peço que você nos escreva (albergueamigo@gmail.com). Podemos ajudá-la de alguma forma - ouvindo, orientando.

    Aguardaremos o seu contato.

    Muita paz,
    Abel, Wilma e Carol

    ResponderExcluir
  66. Estou tristeza profunda, pensamentos de morte, o que fazer...me ajude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, peço que escreva para que possamos ajudá-la: albergueamigo@gmail.com.


      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  67. alguem pode me dizer um bom motivo para que eu não me mate . POR FAVOR !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matar a possibilidade de, no futuro, se realizar, ser feliz e deixar um bom legado.

      Excluir
  68. A disposição de alguém, se quiser conversar
    pedroamericoa@gmail.com

    ResponderExcluir
  69. Grato, Pepê, pela sua disposição em ouvir quem desejar conversar.

    Valeu!!

    ResponderExcluir
  70. Oi,tenho 28 anos
    e nao consigo lidar com situaçoes da vida,com as frustraçoes...por mais que esteja rodeada de pessoas pra mim e como se eu estivesse sozinha
    nao tenho animo de sair de casa,nem de ficar perto de pessoas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vinda ao nosso grupo, prezada anônima! Se você retornar aqui, saiba que estamos prontos para te acolher, te ouvir e te ajudar na medida das nossas possibilidades.

      O fato é que as frustrações, decepções e outros pequenos traumas podem nos machucar "por dentro", emocionalmente. E isso vai nos deixando doentes a ponto de afetar a 'química cerebral'. Daí surge a famosa *depressão*, que costuma ser o resultado destas perdas e seus lutos...

      A depressão precisa ser cuidada por um simples fato: ela altera a nossa percepção da realidade tornando tudo à nossa volta cinzento, sem graça.

      Se a gente já não estava bem antes, agora as coisas tendem a ficar pior ainda! Estamos doentes. Uma doença um tanto "invisível", difícil de ser aceita pelas outras pessoas ou por nós mesmos.

      A minha proposta, portanto, é que você arrisque a se curar por completo: as situações/problemas/desafios de antes e este acréscimo nada leve, que é a depressão!!

      Tens que buscar ajuda o quanto antes. Não é aconselhável deixar que as coisas aconteçam, pois o curso previsível dos acontecimentos é tudo piorar, naturalmente...

      Se precisar conversar, estamos à disposição. Escreva para albergueamigo@gmail.com.

      Fica em paz,
      Abel Sidney

      Excluir
    2. Me identifiquei demais. Tenho a mesma idade e sinto o mesmo

      Excluir
  71. Eu só queria deitar, dormir e nunca mas acordar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou contar minha experiência pessoal. Já estive deprimido em muitos momentos da vida. Desejei morrer por não ver saída para as situações difíceis... Nunca me deixei arrastar, porém, para o abismo do *nunca mais*! Abismo para mim é um "abandonar-se", um "desistir completo".

      Fui auxiliado, saí de todos os embaraços.

      Algo que aprendi foi que durante o sono é possível buscar ajuda para os nossos problemas...

      Não sei exatamente o que ocorre, mas o fato é que as vivências oníricas podem ampliar a nossa visão, nos mostrar outros horizontes, nos reconfortar, fortalecer.

      Desde então, sempre que aparecem problemas, procuro dormir mais cedo ou mesmo durante o dia, alguns minutos, para ver "outros horizontes". Acordo, por vezes, com a solução dos problemas bem clara na mente!!

      Acordar pode ser bom! Dormir também. E não precisamos morrer...

      Desejo melhoras para todos!!

      Fiquem em paz,
      Abel Sidney

      Excluir
  72. Oi... eu n sei oque está acontecendo comigo. As vezes bate aquela tristeza assim do nada, ou então raiva , solidão. Em alguns momentos q estou so ou mesmo no meio das minhas amigas me bate uma solidão, uma coisa ruim não sei explicar e sinto uma vontade incontornável de chorar.

    ResponderExcluir
  73. Isso pode o início de um estado depressivo.

    Quer conversar mais? Escreva para: albergueamigo@gmail.com

    ResponderExcluir
  74. Boa tarde hj me sinto pessima estou fqzendo tratamento para depresao que tenho desde os 18 anos estou sofrendo muito me sinto so com pensamentos suicidas ja tentei o suicidio antes mais me internaram ai sarei agora estou com medo e confusa estou perdida e sem chao so deus pra me salvar

    ResponderExcluir
  75. Oi, podemos ajudá-la. Escreva para albergueamigo@gmail.com

    Tudo passa! Aguente firme.

    Aguardaremos o seu contato.

    Fica em paz,
    Abel

    ResponderExcluir
  76. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, calma!!

      Muitas vezes sofremos antecipadamente e, em razão disso, tomamos decisões precipitadas que nos compromete todo o futuro.

      Qualquer que venha a ser o resultado dos seus exames, não há razão para desespero!

      O que mais afeta os portadores de qualquer doença, dita incurável, é o lado emocional. Daí a necessidade de você estar pronto para a grande batalha, que é salvar-se, de qualquer modo, caso o pior aconteça.

      Milhares de pessoas, hoje, convivem com o HIV com qualidade de vida e paz no coração, por terem aceitado a perda que a doença representa.

      Enfim, o seu luto tem que ser processado rapidamente para que você chegue logo à etapa final: a aceitação, caminho para uma vida serena, que independerá do que ocorra à sua volta (cobranças, expectativas frustradas e outros tormentos previsíveis).

      Esteja sereno e confiante e siga adiante!

      Se quiser conversar mais, estaremos à sua disposição (albergueamigo@gmail.com).

      Fica em paz,
      Abel Sidney

      Excluir
  77. Hoje meu marido bateu e me mandou embora de casa tenho um bebê e não tenho família... perdi todos. Tenho a oportunidade de acabar com a minha vida. É tão fácil e nem vou sentir, sinto pelo meu bebe que não verei crescer mas quando se perde tudo na vida e não tem ninguém que te ame ou esteja ao seu lado não existe motivos para estar numa vida dessa. Por mais que meu bebe seja uma razão e grande.. mas quem quer uma mãe inútil e horrível como eu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entrr em contato conosco 0or e-mail: abelsidney@gmail.com.

      Fica em paz,
      Abel

      Excluir
  78. Fico me perguntando se você como eu, não se cansa de ver o problema dos outros.. sabe, o que me sufoca é que os problemas alheios são os meus. é o escape de eu fugir de mim mesma, mas na realidade eu to em um labirinto. e isso não vai acabar

    ResponderExcluir
  79. Nada dura para sempre! O velho clichê de que "tudo passa" é muito verdadeiro.

    Se quiser conversar mais, me escreva: abelsidney@gmail.com


    Fica em paz,
    Abel

    ResponderExcluir