quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Bons ecos de Pernambuco...

Os ouvidos solidários
Edição de sábado, 1 de janeiro de 2011
Profissionais do Centro de Valorização da Vida aliviam a angústia de quem está debilitado pelo sofrimento


Medo, dor, sofrimento, angústia, tristeza e até mesmo alegrias. Existem momentos na vida em que o ser humano sente a necessidade de compartilhar com alguém, mas nem sempre pode contar com uma pessoa disposta a ouvir, sem fazer críticas, sem interferir, garantindo sigilo absoluto e, o melhor, sem cobrar nada por isso. Encontrar alguém assim num momento em que o mundo parece estar contra todos pode parecer impossível, mas não é. Em João Pessoa, há 24 anos, o Centro de Valorização da Vida (CVV) é um desses portos seguros onde é possível desabafar, conversar anonimamente para se sentir um pouco melhor, sem medo de se expor.


Atendentes recebem ligações diárias e se prestam a ouvir os mais necessitados. Foto: Fabyana Mota/ON/D.A. Press - 15/12/10
Entre os objetivos do programa, um dos mais importantes é a prevenção do suicídio. A coordenadora geral do Samaritano de João Pessoa, integrado ao CVV, Celiana Waldeck, afirma que, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, o suicídio está entre as três maiores causas de morte violenta de pessoas entre 15 a 24 anos e idosos acima de 75 anos, superando os homicídios e as guerras. A perspectiva para o futuro é desanimadora. Até o ano de 2020, projeta-se que um milhão e meio de pessoas vão se suicidar por ano no mundo se não receberem apoio emocional. As cerca de 600 chamadas registradas a cada mês mostram que muitos querem fugir dessa estatística, mesmo que os apoios efetivos, ou seja, as chamadas em que a pessoa está realmente necessitando de ajuda representem apenas 30% desse total. As demais são informações sobre o trabalho, enganos, recados, entre outras.

´No CVV, as pessoas podem falam sobre o que lhes causa sofrimento, seja solidão, depressão, tristeza, conflitos familiares, perdas em geral como luto, separação e até mesmo vitórias e conquistas que a pessoa não consegue compartilhar com alguém. Nas situações mais difíceis, podemos colaborar, apenas ouvindo quem nos procura, com a meta maior de evitar o suicídio. Às vezes, as pessoas ligam com essa ideia na cabeça, mas depois de conversar, repensam a decisão`. Ela acrescenta, no entanto, que o CVV não realiza um trabalho diretivo, ou seja, não há aconselhamento e nem direcionamento. Na maioria dos casos, ao desabafar, a pessoa que procura o serviço consegue enxergar a saída para seu problema.

A dona de casa Marta Vasconcellos, 40, passava por um período difícil no relacionamento com o companheiro, com quem vivia há quatro meses. Em casa, cercada pelo sofrimento e pela solidão, ela não teve dúvidas em ligar para o CVV. ´Eu estava numa situação muito complicada. Ficava sozinha a maior parte do tempo. Me sentia humilhada, desprezada e não queria envolver minha família. Por isso, preferi buscar o serviço. Foi muito bom, desabafei, me abri. Foi um alívio`, garante.

3 comentários:

  1. Gostaria de divulgar aos internautas o Plantão da Paz, instituição espírita, sediada em salvador (Ba), que realiza atendimento fraterno através do telefoe (71) 3322-3580 e Internet (Messenger: plantaodapaz@hotmail.com). Visitem nosso blog: http://plantaodapaz.blogspot.com/ Votos de paz e Luz!

    ResponderExcluir
  2. OLA!SOU UMA MOÇA DE (26ANOS) DO RECIFE...
    BOM SABER.AS PISTAS DE UM "SUICIDA"...NÃO VOU DAR BANDEIRA ALGUMA.SEREI DESCRERA...MINHA VIDA NÃO FAZ SENTIDO. SOU UM PESO NA VIDA,DE TODOS... DESISTO! DE TUDO...NÃO IREI FAZER FALTA ALGUMA...ESCREVI UMA CARTA DE DESPEDIDA...ESTOU DANDO UM TEMPO...PARA MIM AUSENTAR ETERNAMENTE...
    ASS:MOÇA DO RECIFE.

    ResponderExcluir
  3. Moça do Recife!

    Não temos o poder de te impedir de fazer o que quer que seja. Mas gostaríamos de poder, pelo menos, conversar com você!

    Caso você esteja disposta, escreva para abelsidney@gmail.com

    Um ombro amigo pode nos ajudar até a encontrar um sentido para a vida...;)

    Fica com Deus e em paz.
    Abel

    ResponderExcluir